Oitavo continente? Conheça a Zelândia

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Ainda dá para viajar pelos 7 mares, mas agora são 8 continentes. Isso mesmo, além da Ásia, Américas, Europa, África e Oceania, agora temos a Zelândia.

O espaço que hoje abriga a Nova Zelândia foi categorizado como um continente, a Zelândia. Mas por que um país tão pequeno vem sendo considerado continente? Essa história começa há 80 milhões de anos quando a Zelândia se separou da Austrália.

Os cientistas da Geological Society of America’s Journal afirmam que a Zelândia tem 5 milhões de quilômetros quadrados, quase 2/3 da vizinha Austrália.

Por que não vemos isso tudo? Porque 94% do continente estão submersos, sendo apenas visíveis as Ilhas do Norte e do Sul, a Nova Zelândia e a Nova Caledônia, sendo a Nova Zelândia, o ponto mais alto do continente.

O tamanho e a distância entre a Zelândia e a Oceania seriam suficientes para considerar o território da Zelândia como um novo continente.

Critérios

A escola te ensina 5 continentes, separados socialmente em: América, Ásia, África, Europa e Oceania. Afinal ninguém lembra da Antártida…

Se misturarmos o ponto de vista social e geológico, teríamos as Américas separadas em Norte (inclui a Central) e Sul, a Antártida, Europa, Ásia, África, Oceania e, agora, a Zelândia. Totalizando 8 continentes.

Na visão geológica, a Europa e a Ásia formam um único continente: Eurásia! No entanto, por questões sociais são separados. Ou seja, a Europa, que possui uma área de aproximadamente 10 milhões de quilômetros quadrados, uma área não tão grande e que está ligada diretamente com a Ásia, é considerada um continente.

Zelândia
Zelândia: vista espacial. Crédito: GSA.
Agora são 8 mesmo?

A Zelândia é um fragmento inteiro e que foi estudado por 20 anos para se chegar a essa resposta. Mas para isso passar para o nosso dia-a-dia, cabe todos adotarem essa ideia, não adianta criar um novo continente e ninguém tratar ele como tal.

Não é só uma nomenclatura, um nome bonito, uma frescura? Não é bem assim, como foi constatado a Nova Zelândia, a Nova Caledônia e as Ilhas do Norte e do Sul fazem parte de um único pedaço de terra. Conhecer isso fará com que entendamos mais a separação dos continentes e saber com mais precisão de como a Terra era e como foi sua transformação.

Aqui temos o artigo detalhado sobre essa descoberta que levou de duas décadas para ser descoberta: https://www.geosociety.org/gsatoday/archive/27/3/article/GSATG321A.1.htm

 

 

 

 

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter