Salmão gigante pré-histórico e seu dente afiado

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Essa matéria poderia deixar qualquer fã de comida japonesa com água na boca, mas só se fosse há 11 milhões de anos. Recentemente foi descoberto um salmão extinto de 180 kg, haja sushiman!

O salmão que viveu no Oceano Pacífico entre 11 milhões e 5 milhões de anos, nas proximidades dos rios da Califórnia tinha um dente pontudo na frente que servia para lutar e proteger seus ovinhos fecundados, segundo os pesquisadores da California State University.

Trata-se do Oncorhynchus rastrosus, também conhecido por salmão dente de sabre. Parece peixe para todo o Japão, mas eu não me arriscaria com esse dentão.

Salmão dente de sabre.
Salmão dente de sabre. Crédito: Jacob Biewer.

O pequeno media 2,7 metros e o dente tinha uns 3 centímetros. Três centímetros que poderia ser mortal para suas presas. Acredita-se que assim como o salmão moderno, suas presas eram peixes que se alimentavam geralmente de plâncton.

Foram estudados 51 fósseis tanto de água doce quanto de água salgada. O estudo buscava saber como o animal vivia e se fazia uma mudança evolucionária antes de se mudarem para a parte de cima do rio, em direção à nascente.

O salmão moderno, após a postura de ovas, muda o formato da cabeça para protegê-las. Imagina-se que os antecessores fizessem o mesmo, pois os animais encontrados na água salgada tinham o dente mais curvo e menor, enquanto os maiores, na região de desova, os dentes eram mais pontudos, afiados e maiores.

Salmão-vermelho
Um exemplar de salmão moderno, o O. Nerka ou salmão-vermelho, atinge até 84cm contra 2,7m do exemplar pré-histórico. Crédito: Dave Menke/U.S. Fish and Wildlife Service

Há muitas similaridades entre os dois, assim ambos mudam quando tem filhotinhos e migram. Quem nunca viu alguém que virou papai ou mamãe que mudou para defender seus filhos?

Artigo na íntegra: http://vertpaleo.org/PDFS/2016/SVP-2016-Program-Book-v10-with-covers.aspx

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter